literatura

LITERATURA: A MÁSCARA DO PODER

AUTOR: Edilmar Amaral Sustentamos que a recorrência da multiplicação das máscaras para apagar o rosto, assim como a íntima relação entre linguagem e pensamento, a qual se desdobra, em artigo sobre Nietzsche, nos termos do sacrifício genealógico do sujeito de conhecimento, é sinal de que Foucault estaria se apropriando de certos elementos do pensamento literário …

LITERATURA: A MÁSCARA DO PODER Leia mais »

Conto: Verdade

Na espera de algo acontecer, começou a ser ouvido o velho samba: “Sonho meu, sonho meu…”. A melodia foi interrompida por um coro: “Deixem eles quietos que podem voltar do túmulo”. Outrem entoou: “Desafinados, nunca foram enterrados, só os sonhos seus”. Angelyto

Conto: As same as

Saiu caminhando na direção do vazio, já quase chegando perguntou-se: “O que encontrarei lá?”. Ainda no meio de uma reflexão profunda deu outros quatro e meio passos, então parou e respondeu: “Exatamente o mesmo que tenho aqui: nada”. Avançou mais um e não foi visto mais. Angelyto

#Opinião – Rio de Janeiro é a vanguarda do mundo

O verbo está impróprio. Mais adequado seria empregá-lo no pretérito perfeito. Se hoje, a crise fiscal e ética grassa a sociedade carioca, tornando-a uma barafunda sem fim, há exatos cem anos, a antiga capital federal era o centro das atenções no mundo. Imagine você, cidadãos cosmopolitas lânguidos até a medula desejando respirar os ares da …

#Opinião – Rio de Janeiro é a vanguarda do mundo Leia mais »