Olhares na Quarentena – ensaio sobre como percebemos o mundo e nós mesmos em momentos de crise

Quando me vi preso, me vi livre. A prisão imposta pelo vírus que surgiu na nossa distopia libertou bilhões dos grilhões invisíveis da rotina. O sistema também pode parar. A sensação que tenho é de que o mundo não será mais o mesmo. Posso estar exagerando, motivado por um devaneio romântico ou um vício das …

Olhares na Quarentena – ensaio sobre como percebemos o mundo e nós mesmos em momentos de crise Leia mais »